Faça seu login ou cadastre-se  |   Veja seu cadastro  |   Veja seus pedidos  |     Sair    
Carrinho de Compras
Total de R$ 0,00
Produto

Vegetarianismo (250 Folhetos)

R$ 6,20

Produto temporariamente indisponível. Avise-me quando chegar.
Indique a um amigo
Características
Descrição
Percebe-se hoje uma busca maior do naturalismo. Todavia, muitos há que desconhecem a razão de um regime alimentar inteiramente vegetariano. Certamente você pensará que seja mais saudável, prático ou racional, por evitar a morte de animal. De qualquer forma, há uma razão que você pode desconhecer e, por isso, procede a curiosidade. (Ver gráfico no folheto).
Efetivamente, o regime natural que inclui cereais, legumes, verduras e frutas, tem fundamento Divino.
As Escrituras Sagradas informam que Deus criou o homem "do pó da terra? (Gênesis 2:7) e depois disse:
"Para vocês se alimentarem, Eu lhes dou as plantas que produzem sementes, e todas as árvores que dão frutas.? ? Gênesis 1:29 ? BLH.
Portanto, o Criador do homem sabe o que é melhor para o homem. O cardápio do ser humano deveria ser puramente vegetal. Adão, o primeiro ser humano, viveu novecentos e trinta anos (Gênesis 5:5).
Antes do Dilúvio, dentro do plano original do Criador, nenhum animal destruiria o outro para sua manutenção. E, pelo menos, durante mil, seiscentos e cinqüenta anos aproximadamente, o homem não teve autorização para comer carnes.
Ao vir porém o Dilúvio, as águas que levaram um ano e dez dias para minguarem, exterminaram toda a vegetação. Consequentemente, o homem ficou sem alimento, e, até que plantasse para colher, o que comeria?
Dadas as condições então prevalecentes na Terra, Deus, como Lhe aprouve, decidiu permitir ao homem alimentar-se de carne. Todavia, em Sua onisciência, especificou quais deveriam ou não comer.
E a Bíblia, o Sagrado Livro dos cristãos, relata que o Senhor liberou para alimento do homem somente os animais que tivessem unhas fendidas e remoessem (Levíticos 11:3). Nos mares e rios apenas os que possuíssem barbatanas e escamas (Levíticos 11:10) e algumas aves domésticas.
Hoje, contudo, decorridos seis milênios, o escrúpulo humano ficou reduzido ao valor da cobiça e o perigo aumentou tremendamente no consumo dessas carnes (branca, roxa ou vermelha) chamadas "limpas?, propiciando ao homem inúmeras enfermidades provenientes dos animais.
Embora a Saúde Pública atue no pleno exercício de suas funções higiênico-sanitárias na fiscalização aos abatedouros, os açougues não estão livres de serem ludibriados. Fortuitamente são enviadas para as cidades carnes de animais doentes ou engordados criminosamente através de anabolizantes proibidos por lei, para serem consumidos por aqueles que, escravos do apetite, não valorizam a saúde, o maior bem e dom de Deus.
Daí, imperceptivelmente, algumas pessoas estão voltando ao plano Divino, uniformizando-se com o que foi estatuído por Deus para o seu bem.
Se você é uma delas, parabéns. Isso nos alegra!
Esse passo que você deu é salutar e benéfico. Prossiga! Avance mais no conhecimento do viver saudável. Valorize-se! Zele por sua saúde! Viva feliz!
Se desejar mais subsídios ou literaturas pertinentes ao assunto, procure-nos!

Deixe a sua opnião
Sua Classificação:
Nome:
E-Mail: Seu e-mail não será divulgado.
Comentário:
 
   
Opniões de Clientes
Este produto ainda não foi classificado.

 

 

INSTITUCIONAL

 

DÚVIDAS

 

ATENDIMENTO

+55 (21)

2628-0341

2628-0534

 
Desenvolvido por Clandevelop