Faça seu login ou cadastre-se  |   Veja seu cadastro  |   Veja seus pedidos  |     Sair    
Carrinho de Compras
Total de R$ 0,00
Produto

Paulo e o Sábado (250 Folhetos)

Características
Descrição
Muitos líderes religiosos garantem que Paulo não guardava o sábado.
Confirme pela Bíblia se isto é verdade. Depois, amado, decida pela verdade, sim! 

Atos 13:14 "E eles... entrando na Sinagoga, num dia de sábado, assentaram-se?. 
Paulo e Barnabé foram à Sinagoga no sábado, e o apóstolo foi convidado a pregar. Outros líderes afirmam que Paulo só pregava na Sinagoga, por isso pregava aos sábados. Será verdade? Continue a leitura!
Atos 13:16 "E... Paulo... disse: varões israelitas, e os que temeis a Deus, ouvi?. Esta expressão esclarece que estavam congregados ali: judeus e gentios. A Bíblia confirma, veja:
Atos 13:42 "E, saídos os judeus da Sinagoga, os gentios rogaram que no sábado seguinte lhes fossem ditas as mesmas coisas.?
Paulo atendeu a solicitação dos gentios, que estavam ansiosos pela verdade. Ouça:
Atos 13:44 "... no sábado seguinte ajuntou-se quase toda a cidade para ouvir a Palavra de Deus.?
A maior parte da cidade diante de Paulo. Que oportunidade magna!
Por que Paulo não disse: irmãos, vocês agora guardarão o domingo no lugar do sábado, em virtude da ressurreição de Jesus! Paulo não pensava assim. Por isso não disse!
Atos 14:1 "E aconteceu que em Icônio entraram juntos na Sinagoga dos judeus, e falaram de tal modo que creu uma grande multidão, não só de judeus mas de gentios.?
Paulo sempre começava seu evangelismo pela Sinagoga e, era bem sucedido na conquista de almas. Observe agora:
Atos 14:21,23 "E, tendo anunciado o evangelho naquela cidade e feito muitos discípulos, voltaram para Listra, Icônio e Antioquia... E havendo-lhes, por comum consentimento, eleito anciãos em cada IGREJA...?
O resultado da pregação de Paulo foi o surgimento de muitas IGREJAS CRISTÃS. Medite neste pensamento:
Por que não temos na Bíblia uma única passagem onde Paulo, ao estabelecer estas igrejas, não tenha ensinado aos anciãos (presbíteros) a mudança do sábado para o domingo? Pense nisso com carinho, sim!
OBSERVAÇÃO: Até o terceiro século, os cristãos guardavam o sábado como Dia do Senhor. Isto é confirmado pela história eclesiástica e todos os teólogos sabem.
Atos 16:13 "E no dia de sábado saímos fora das portas, para a beira do rio, onde julgávamos ter lugar para a oração; e, assentando-nos, falamos às mulheres que ali se ajuntaram.? 
Percebe, Paulo não só pregava na Sinagoga, mas na Igreja e também ao ar livre. Aqui, ele está às margens de um rio, em uma colônia romana na cidade de Filipos (Atos 16:12,21), e, em um dia de sábado pregou para um grupo de mulheres. Lídia, uma delas, comerciante imigrante da Ásia, se converteu com toda família (Atos 16:14-15). Ela ajudou Paulo a estabelecer a Igreja de Filipos e o sábado permaneceu como o Dia do Senhor. Nada de domingo! Maravilhoso, não acha!?
Atos 18:3-4 "E, como era do mesmo ofício, ficou com eles, e trabalhava; pois tinham por ofício fazer tendas...?
Paulo, em Corinto, associou-se a um casal de missionários ? Áquila e Priscila que eram construtores de tendas. Como precisavam do sustento normal, durante a semana os três trabalhavam, mas... no sábado estavam todos na igreja. Veja o ato seguinte:
Atos 18:11 "E ficou [Paulo] ali um ano e seis meses, estudando [estudando] entre eles a Palavra de Deus.?
Meus amados, sabem quantos sábados há em um ano e seis meses? Certo! 78 sábados. Não foi tempo bastante para Paulo ensinar aos coríntios que o domingo era o Dia do Senhor? Claro que sim! Por que não fez?
Observe este detalhe:

I Cor. 1:2 "A Igreja de Deus, que está em Corinto...?
II Cor. 1:1 "...à Igreja de Deus que está em Corinto...?

Não há dúvidas que estes 78 sábados Paulo os guardou não na Sinagoga, mas na Igreja de Deus composta de gentios, prosélitos gregos e judeus convertidos.
Atos 19:8,10 "E, entrando na Sinagoga falou ousadamente por espaço de três meses, disputando e persuadindo-os acerca do Reino de Deus. E durou isso por espaço de dois anos, de tal maneira que todos os que habitavam na Ásia ouviram a Palavra do Senhor Jesus, assim judeus como gregos.? 
Paulo deixou os corintianos firmes na verdade e embarcou para Éfeso e pregou para todos os habitantes da Ásia. 
Sabe, 2 anos e 3 meses são 116 sábados guardados por Paulo. É tempo bastante para doutrinar, de maneira que ficasse patente, sem sombras de dúvidas, que o domingo tomou o lugar do santo sábado. Mas, não aconteceu!
Finalmente, Paulo define sua posição diante de Deus. Confirme:
Atos 20:27 "Porque nunca deixei de vos anunciar todo o conselho de Deus.?
Esta expressão global e abrangente "TODO? não está aqui à tôa. Ora, se o apóstolo de Deus ensinou TUDO que faz parte do corpo doutrinário de uma igreja, e nada mencionou a respeito do domingo, é porque, para Paulo, não há nenhuma dúvida, ? o sábado era e é o Dia do Senhor.
Conclua esta leitura com uma certeza bíblica:

Paulo confirmava as Igrejas (Atos 15:41).
Paulo ensinava nas Igrejas (I Cor. 4:17; 7:17).
Paulo pregava em todas as Igrejas (II Cor. 8:18-19).

Nada de Sinagoga, certo! Meus amados, agora decidam! Preparem-se, pois na Nova Terra, que será a possessão eterna dos salvos, o sábado será o dia especial de encontro com Deus para adoração. Comprove lendo Isaías 66:22-23.

Quem compra "Paulo e o Sábado (250 Folhetos)" geralmente compra
Deixe a sua opnião
Sua Classificação:
Nome:
E-Mail: Seu e-mail não será divulgado.
Comentário:
 
   
Opniões de Clientes
Este produto ainda não foi classificado.

 

 

INSTITUCIONAL

 

DÚVIDAS

 

ATENDIMENTO

+55 (21)

2628-0341

2628-0534

 
Desenvolvido por Clandevelop